quarta-feira, 9 de junho de 2010

Post nº 500!!! - Nota: CQC na África do Sul


O blog do fã-clube Mundo CQC está em festa: você está lendo o 500º post desta bagaça. São 500 registros de grande parte da história do CQC, nas quais este fã-clube tem muito orgulho de publicar. Com certeza, virão mais 500 posts para publicar e mostrar o quanto nós gostamos desta bagaça; composta por 8 animais, que salvam as nossas segundas há 3 temporadas (ou 2 anos, como queiram).

Amadorismo

O CQC está entre os três principais produtos da Band nos tempos atuais. Merece um melhor tratamento. No último programa, mesmo com canal aberto 24 horas, os dois representantes do programa na África do Sul - Felipe Andreoli e Rafael Cortez - entraram, via internet.

Tudo bem que tem o fuso horário, mas com tanta gente lá, bastava manter de plantão um operador de câmera. Mas, não. O que se viu foi aquele lixo de imagem no ar.

Comentário: Posso concordar com você que seria muito melhor ter alguém de plantão lá na África; aliás, até o Rafinha Bastos deu um pitaco na semana passada. Mas, caso o senhor não saiba, o CQC é transmitido por volta das 22h15, horário de Brasília; 3h15 da manhã em Johanesburgo!!! Eu te pergunto: quem ficaria acordado até essa hora lá no IBC, num frio de lascar, para fazer um link para o Brasil? E dizem que de madrugada não fica uma alma viva nas ruas!!! Ás vezes, um pouquinho de bom senso não faz mal a ninguém...

Fonte: odiario.com

Um comentário:

Vivis disse...

Realmente, link via skype com aquela qualidade de internet o CQC e muito menos seus telespectadores não merecem! Pelo menos a Band tb viu isto! Menos mal.

Notícia tranquilizadora: as entradas ao vivo de Felipe Andreoli e Rafael Cortez, na semana que vem, direto da África, não serão via internet, mas com o uso de satélite. Pelo menos é o que garante a Cuatro Cabezas, que também não gostou do que aconteceu na segunda passada.

Fonte CQCBlog