quinta-feira, 11 de março de 2010

“CQC”: Cenário todo branco e quadros polêmicos marcam nova temporada


“A tia da limpeza está f* pra limpar isso aqui”, brincou Danilo Gentili na apresentação do novo cenário do “CQC”, que reestreia na próxima segunda-feira (15), às 22h15. Todo branco e com um ar “mais clean” – como bem definiu Marcelo Tas -, a “moldura” do humorístico da Band traz o nome do programa com letras vazadas e um telão em que passam imagens que são melhores identificadas na cor clara.

“No começo, quando vi, fiquei assustado. Mas no vídeo o resultado é incrível. Como nos vestimos de preto e no telão passam imagens coloridas, isso fica melhor no branco”, afirmou Marcelo Tas.

O apresentador também ressaltou que toda a mudança foi feita pensando na “tendência HD (High Definition)”. Mas, quem parece não ter gostado foi Rafael Cortez. “Estou preocupado porque a TV digital aumenta os defeitos das pessoas e eu não quero que vocês percebam que eu estou ficando careca”, brincou.

Com a vinheta e o cenário criados em Buenos Aires, na Argentina, o programa também incorporou novos quadros na atração, que prometem causar polêmica. Em um deles, intitulado “Trabalho Forçado”, o público poderá ver personalidades fazendo trabalhos “mais humildes” e que nunca pensaram em atuar. Os repórteres Oscar Filho, Felipe Andreoli e Rafael Cortez - trio fixo do quadro - já gravaram com Soninha Francine e Eduardo Suplicy, que atuaram como depiladora e garçom, respectivamente.

Apesar de tanta irreverência, Marcelo Tas concordou quanto ao fato de que a nova temporada pode ser “perigosa”. “A gente sabe que estamos entrando em nosso terceiro ano e que é o ano da ‘casca da banana’. A gente não pode escorregar, não dá para fazer ‘meia-bomba’”, disse.

Felipe Andreoli completou: “a gente já tem um formato que deu certo e a fórmula não se cansa porque nos vemos como uma espécie de jornal semanal. As notícias estão aí e sempre tem coisas novas e pautas novas”.

Entre as novidades, está a mudança de comando no quadro “Proteste Já!”, que era apresentado por Rafinha Bastos. Este ano, Danilo Gentilli estará à frente da atração. “Eu estou me dedicando a um outro programa que quero fazer aqui na Band, chamado ‘A Liga’ e, por isso, não terei tempo para o quadro”, explicou Rafinha.

Para não perder a piada, Danilo brincou: “na verdade, perceberam que eu sou melhor do que ele e me colocaram lá. O próximo passo é tomar o lugar dele na bancada”.

Na estreia deste quadro, Gentili terá de recuperar uma TV de plasma que foi doada a uma escola. A história começa quando o repórter vai verificar como a doação está sendo usada e descobre, por meio de um GPS instalado, que ela está na casa de uma dirigente da instituição. O repórter vê uma moça saindo com o aparelho da casa e corre atrás dela para esclarecer a situação. Esta história, que envolveu até os responsáveis pela educação local, poderá ser dividida em capítulos.

Novas atrações também fazem parte do recheio do programa. Os quadros “Cidadão em Ação” e “As Piores Notícias da Semana”, que fará um resumo das notícias mais quentes e absurdas, completam as novidades do “CQC”.

No primeiro, pessoas comuns são colocadas em conflito, em situações polêmicas, como o caso de um bêbado que está prestes a dirigir uma perua escolar. O quadro pergunta às pessoas o que elas fariam e obtém respostas questionáveis como “se ele estivesse com crianças, não o deixaria sair do bar para dirigir”.

Mas Tas avisa: “a gente tem muitas outras ideias que poderão se colocadas em prática ao longo do ano”. Vamos aguardar.

Fonte: Chiado - Abril

Um comentário:

Luanna Karolynne disse...

Tá muito perfeito!!
Não tem nem o que falar, agora é só esperar o grande dia chegar e conferiro tão aguardado CQC 2010, que com certeza vai render muitos premios esse ano.
Bjoos